Blog

Quais são as características de um bom gestor?

Ser um bom gestor hoje em dia já não é uma tarefa fácil. É necessário ter características específicas, que vão te tornar capazes de liderar uma equipe com sabedoria ao invés de autoritarismo. Futuramente, será ainda mais difícil.

Como conduzir um time ao sucesso, sendo que os membros são de uma geração que cresceu em meio a tanta “parafernália” tecnológica? É preciso, primeiramente, ter maturidade para lidar com as diferenças.

O blog da Faculdade Pecege separou algumas dicas para você, que quer ser um bom gestor no futuro. Confira!

Seja líder, não chefe

Primeiro passo talvez seja o mais óbvio e, ao mesmo tempo, o mais difícil. Se você foi colocado em um cargo de gestor, não comece delegando tarefas. Se é o líder da sua equipe, isso quer dizer que vai trabalhar junto, com o objetivo de motivar a todos.

A nova geração que está entrando no mercado de trabalho não é acostumada com o autoritarismo – talvez você próprio faça parte dela e saiba disso. Os tempos mudaram e é preciso aceitar se quer ser um bom gestor.

Se pensa que gerir é ficar com os pés em cima da mesa mandando e desmandando em todo mundo, está enganado. Esse tipo de atitude vai fazer com que sua equipe não simpatize com você e, consequentemente, põe em risco a produtividade do time. Trabalhar junto é a primeira ordem.

Dê o feedback… e peça também

É importante para um bom gestor dar o feedback aos membros da equipe. Principalmente se você está insatisfeito com alguma atitude, fale para a pessoa. A conversa, principalmente se embasada em comunicação não-violenta, pode resolver o problema.

Uma dica é aproveitar esse momento com cada um dos membros do time para pedir um feedback também. E, claro, estar aberto a escutar os seus próprios erros. Essa conversa pode ser periódica, assim você e seus colegas acompanham a evolução.

O feedback deve ser um momento pacífico e individual entre você e o membro do time. Nunca adote a “estratégia” (nada estratégica) de expor para todo mundo em qual aspecto o colega pode melhorar. Pode causar constrangimento.

O entendido das tecnologias

Exatamente, além de ter que entender as tendências de mercado do segmento que você trabalha, também terá que saber quais as tecnologias estão em alta. Não basta comprar um smartphone intermediário e saber como mexer, é preciso entender de verdade como ele pode auxiliar o trabalho.

Isso não quer dizer que você deve se tornar um programador antes de virar gestor, calma! Um exemplo: é interessante que você tenha, no mínimo, conhecimento de alguns softwares que ajudam na gestão, que facilitam para a organização da equipe. E ela está aí para te ajudar. Basicamente, a ideia é que você não fique desatualizado nesse setor. Acompanhe sempre o que pode surgir no seu segmento.

Humildade é importante

É preciso ser humilde se você quer ser um bom gestor. Não apenas para reconhecer os erros, que já é uma coisa muito importante, mas para pedir ajuda quando for necessário. Para entender que nem sempre você vai ser suficiente para resolver os problemas.

Humildade é saber quais são as suas vulnerabilidades e pedir ajuda para contorná-las. Vai te fazer ser respeitado entre os membros da sua equipe e, além disso, será o impulso para o crescimento profissional.

Toma que o filho é seu!

Ao mesmo tempo que você deve trabalhar junto com sua equipe, também deve entender que a maior responsabilidade é sua. Você é o gestor e deve procurar maneiras de incentivar, resolver os conflitos e passar por obstáculos.

Se você não é da mesma geração que os membros do seu time, essa tarefa se torna mais difícil. Você terá que entender quais são os desafios da contemporaneidade. É preciso manter a mente aberta para lidar com os problemas atuais.

Seja organizado

A organização é importante para todas as pessoas, não somente na vida profissional, mas em todos os setores. Para um gestor, é duplamente essencial. É preciso saber o que está sendo desenvolvido na empresa, de que forma, as etapas de produção e, enfim, todo o trabalho.

O gestor é quem vai orientar a equipe, então ele deve ter muito claro tudo que acontece na empresa ou no segmento que representa. Isso requer técnicas da gestão de projetos – ou até mesmo um profissional da área para auxiliar.

Paciência

Ser um gestor exige paciência. Não apenas para lidar com as pessoas, – e sabemos que isso é, sim, difícil – mas para evoluir. Nesse momento, tabelas, softwares, planilhas e uma agenda poderão ser seus aliados.

Muitas vezes o resultado não vai ser o esperado, serão necessários ajustes na equipe ou nos processos, mas isso é normal. É preciso que você, como gestor, tenha calma para manter os pés no chão e conseguir guiar tudo com sabedoria para o caminho do sucesso.

Gostou das dicas? Leia também “Existe idade ideal para se tornar gestor?”.