Técnico ou tecnólogo: por que fazer um curso superior de tecnologia

A confusão na hora de escolher entre um curso técnico ou tecnólogo é muito comum. Porém, entender a diferença entre eles é muito mais simples do que parece. Acompanhe com a gente as características de cada um para nunca mais esquecer!

Se a diferenciação entre eles é tão clara, por que tanta gente se confunde? A proximidade da grafia entre as duas palavras pode ser o primeiro motivo para esse equívoco. O segundo pode ter a ver com as semelhanças entre eles.

Ué, mas eles não são claramente diferentes? Sim, mas um curso técnico ou tecnólogo é considerado, de forma generalista, como um grande abridor de portas para o mercado de trabalho. Mas nós garantimos que tem muito mais por trás disso. Confira!

Processo seletivo

Vamos começar pela primeira diferença básica – e talvez a mais importante – na hora de definir um curso técnico ou tecnólogo que é o processo seletivo.

Em regra, para se matricular em um curso técnico, é necessário ter concluído somente o Ensino Fundamental. Isso quer dizer que o curso técnico pode ser feito, inclusive, ao mesmo tempo em que se cursa o Ensino Médio.

Já os cursos tecnólogos (ou de tecnologia) são parte do que é chamado de Ensino Superior. Para cursar, é necessário ter diploma do Ensino Médio e prestar uma prova de vestibular ou ter feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Este é o caso da Faculdade Pecege!

Instituição

Outra característica que ajuda na diferenciação de técnico ou tecnólogo é a instituição responsável pela oferta do curso.

Os cursos técnicos são oferecidos por institutos federais de educação, escolas técnicas e instituições do Sistema S, como o Senai e o Sebrae, por exemplo. Os tecnólogos são de responsabilidade de faculdades, universidades e centros universitários.

Duração

Tanto o curso técnico quanto o tecnólogo são considerados de rápida duração. Se o curso técnico for integrado ao Ensino Médio, ele costuma ter duração de três anos. Se você já tem diploma de Ensino Médio e ainda assim opta por um curso técnico, ele pode variar de um ano e meio a dois anos.

No caso dos tecnólogos, eles costumam ter duração menor do que os bacharelados e licenciaturas, disponibilizando o diploma de Ensino Superior em dois ou três anos. Como nos demais cursos de graduação, os alunos também precisam apresentar um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) no fim.

Diploma

Falando nele, você já aprendeu um pouquinho sobre a diferença entre certificado e diploma, certo?

Então, vale saber que, ao terminar um curso técnico, você recebe um certificado de conclusão de nível médio. E, ao fim de um tecnólogo, você terá um diploma de nível superior e estará apto a cursar uma pós-graduação e participar de concursos públicos que exigem graduação.

Mercado de trabalho

Como dissemos acima, um curso técnico ou tecnólogo prepara você para o mercado de trabalho. A diferença está nos cargos que podem ser assumidos.

Quem tem o certificado do ensino técnico (Médio) tem perfil mais operacional e tende a se posicionar em vagas mais funcionais. Já os formados em um tecnólogo (Ensino Superior) têm perfil mais gerencial e tendem a ocupar funções relacionadas à gerência, solução de problemas e empreendedorismo.

Conheça o Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais da Faculdade Pecege. As inscrições estão abertas aqui!

Conhece alguém que também se confunde na hora de explicar a diferença entre técnico ou tecnólogo? Compartilhe essa matéria!

09 de Dezembro
19hs
Venture Building e as Startups e lançamento do "PECEGE Go Academy"
Palestrante - Joaquim Henrique da Cunha Filho
10 de Dezembro
19hs
Empreendedorismo como opção de carreira
Palestrante - Anderson Santos
11 de Dezembro
19hs
7 competências para acessar mercado
Palestrante - Eduardo Soriano