Conheça o Learning by doing: a técnica de aprender fazendo

O Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas e Educação Corporativa são áreas que se tornaram importantes no processo de globalização e alta competitividade do mercado. Elas são responsáveis por capacitar e desenvolver profissionais a partir de metodologias eficientes e rápidas para o crescimento das empresas, como no caso do learning by doing. 

Prezando pela sustentabilidade do ativo mais importante dentro das organizações, esse aprendizado oferece uma abordagem apoiada no autodesenvolvimento. As pessoas, dessa forma, têm a possibilidade de aprender a partir de atividades experimentais.

Como a própria tradução sugere, o learning by doing é o ato de aprender fazendo e surge no mundo corporativo como um processo de construção dos valores, conhecimentos e habilidades – inatas ou adquiridas – com a participação ativa de experiências e vivências.

Habilidades transversais

Por mais que alguns sejam resistentes quanto a essa afirmação, todas as pessoas nascem ou desenvolvem habilidades sozinhas. O learning by doing pode ser uma ferramenta oportuna para evidenciar essas aptidões, trazer descobertas e incentivar o desenvolvimento de outras.

Os exemplos desse aprendizado pela prática são inúmeros, mas a premissa de fazer e aprender se baseia no crescimento pessoal e profissional, que acontece somente quando existe espaço para isso. Seu desejo é se sentir mais seguro para liderar? Tente encontrar ocasiões para poder praticar essa liderança.

Como o aprendizado técnico muitas vezes é enraizado nas estruturas de apenas transmitir o conhecimento, muitas pessoas perdem a chance de trabalhar inconscientemente toda essa oferta de conhecimento.

Basicamente, para se tornar experiente e cada vez melhor, é necessário praticar cada vez mais. Isso apenas ocorre quando reconhecemos as oportunidades de exercitar o conhecimento ou lutamos por uma chance de tê-las.

Aplicação em equipes

A maneira mais simples de implantar o modelo learning by doing na rotina profissional e pessoal é aceitando riscos, que nada mais são do que oportunidades de praticar e enfrentar medos, ou sair da zona de conforto.

Conforme o indivíduo apresenta domínio da situação ou função, o conhecimento deve ser complementado com novas fontes de informação e por meio da curiosidade. Se questionar, trazer novas ideias, recriar e discutir é importante para qualquer processo evolutivo.

Quanto mais ideias são acrescentadas e debatidas, mais claros se tornam os caminhos para novas propostas de solução. O argumento aqui é que o aprendizado seja contínuo, pois a união de ferramentas e conhecimento melhoram o domínio em qualquer campo.

Para se tornar um especialista em uma área de atuação, procurar por atualizações e soluções disruptivas são formas de complementar as habilidades. Portanto, ao aplicar o learning by doing em ambientes cooperativos, siga a seguinte fórmula:

  • Fazer perguntas no lugar de fornecer respostas
  • Incentivar a pesquisa, testes e apuração de novas soluções de forma independente
  • Compartilhar objetivos e resultados
  • Criar atmosferas favoráveis à inovação

Ensino a distância

Em paralelo com outras práticas de ensino, o método learning by doing se destaca por permitir o aprendizado em tempo real ou em adaptação ao tempo do aprendiz.

Apesar disso, a proposta só pode ser eficiente quando conta com a proatividade. No modelo EaD, existe uma variedade de testes e exercícios em texto, assim como uma demanda focada principalmente na leitura. Por isso é interessante simular, testar e executar o conteúdo aprendido, fazendo uma apresentação para pessoas próximas e influentes para o aprendizado, por exemplo.

Os resultados esperados de um processo learning by doing bem sucedido são:

  • Evolução rápida do desempenho da liderança;
  • Aumento da criatividade;
  • Desenvolvimento da capacidade de planejar;
  • Melhora da comunicação;
  • Encorajamento na tomada de decisão;
  • Capacidade para avaliar riscos;
  • Manifesto da autoestima;
  • Percepção em relação a outras pessoas.

No learning by doing, a metodologia tem aplicabilidade imediata em problemas situacionais em que um indivíduo ou um grupo busca por resultados. Mas isso só é alcançado com a prática, por meio de treino e reflexão, que coloca em exercício os desafios da atualidade, seja no cotidiano ou na área de atuação profissional.

E você, já teve oportunidade de aprender fazendo? Que tal discutir isso nas aulas da Faculdade Pecege?